Cortinas: Qual a escolha ideal?


As cortinas, como os tapetes, são elementos decorativos de múltiplas funções e características. Além de trazerem aconchego e beleza para o lar, ajudam a escurecer um ambiente, protegê-lo do sol e do barulho e garantem a privacidade.
Mas, para isso, é preciso refletir sobre o que você quer para cada cômodo, respeitando as funcionalidades e estilos definidos por você. Por serem caras, as cortinas exigem um cuidado maior na escolha, afinal, não são também o tipo de elemento que se troca com facilidade.
Também precisam ser levadas em conta alergias, idades e necessidades básicas do ambiente. Um fator importante que deve ser levado em conta é a entrada de luz natural, ou seja, se há muita entrada de luz no ambiente e se você necessita de ambientes mais claros ou escuros. Por exemplo, os quartos pedem ambientes com menos intensidade de luz, para que você tenha um sono tranquilo, diferentemente da sala que pede maior entrada de luz, exigindo modelos de cortinas de tecidos leves, como o linho e o voal.
A principal dica no que tange as cortinas é o comprimento delas. O comprimento ideal para uma cortina na sala ou no quarto é o comprido, aquele que vai até o chão, arrastando um pouco ou não. Nada impede, no entanto, que você escolha outros tamanhos, afinal, o sucesso de uma decoração depende única e exclusivamente do seu gosto e desejo, e eles devem sempre ser levados em consideração. As cores que combinam muito bem são o branco, bege e cinza, o ideal é a cortina acompanhar a cor das paredes!!
Veja a seguir alguns outros elementos que devem ser levados em consideração durante a escolha do cortinado.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*