MATERIAL DE CONSTRUÇÃO: Produtos fora de linha e Ponta de estoque!

1 -Produto fora de linha: Muita atenção na aquisição desse tipo de material. Produtos como pisos, azulejos e louças sanitárias saem de linha com muita freqüência. Por isso, às vezes, acabam tendo preços atrativos para quem compra. O risco de se adquirir tais produtos deve ser bem avaliado pelo consumidor, uma vez que, na necessidade de reposição (seja para complementação ou substituição), pode ocorrer de não existirem materiais semelhantes.

2- Produto de ponta de estoque: A compra de produtos em ponta de estoque constitui uma boa opção de economia pois normalmente o preço é reduzido em relação ao valor normal de tabela. Entretanto alguns cuidados devem ser observados. Verifique se a quantidade disponível é do mesmo lote. Diferentes lotes podem significar diferenças de cor e tonalidade.

Confira ainda se o produto encontra-se em ordem (inteiro, na embalagem original, sem manchas, misturado, etc.). Peça para ver o produto no estoque ou depósito se for preciso. Se fizer negócio, exija que a loja separe e marque como já vendido os itens de estoque que você solicitou. Verifique ainda se o produto continua em linha de produção ou catálogo.

3 – Entrega do material na obra: Confira todo o material, inclusive quantidades e valores. Caso esteja incorreto, não assine o recebimento nem aceite o produto, fazendo uma observação das irregularidades no verso da nota fiscal. Entre em contato com a loja para resolver a questão. Caso não possa estar no local para receber o produto, oriente o responsável (pedreiro, parente, vizinho) para agir dessa forma.

Fique Atento:

Existem órgãos oficiais e entidades credenciadas competentes para expedir normas técnicas e certificar produtos, como a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia Qualidade e Tecnologia) e IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), por exemplo;

Os seguintes produtos possuem certificação obrigatória: fusível tipo rolha cartucho (Conmetro); fio e cabo isolado até 750V (Inmetro). Caso o produto adquirido venha a apresentar um vício oculto (defeito que não pode ser constatado aparentemente ou de imediato) é seu direito reclamar em até 30 dias da constatação do defeito.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*