Reciclagem: Você sabe o significado das cores?

Há um padrão de cores para diferenciar a identificação para coletores e transportadores de materiais:

Mas lembre-se que o importante é separar os resíduos úmidos (exemplo: restos de comida) dos secos (recicláveis). Talvez coletores descriminados como: Recicláveis e Orgânicos fossem mais objetivos e eficientes no Brasil.

AZUL: papel;
VERMELHO: plástico;
VERDE: vidro;
AMARELO: metal;
PRETO: madeira;
LARANJA: resíduos perigosos;
BRANCO: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde;
ROXO: resíduos radioativos;
MARROM: resíduos orgânicos;
CINZA: resíduo geral não reciclável ou misturado, ou contaminado não passível de separação.

Não se sabe qual o critério usado na criação dos padrões, mas a diferenciação por cores é um sistema para a coleta seletiva voluntária em todo o mundo. Vários países já reconhecem esse padrão como um parâmetro oficial a ser seguido por qualquer modelo de gestão de programas de coleta seletiva.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*