Mulheres eletricistas passam a dividir espaço com os homens

Ao contrário do que se pensa, muitas mulheres têm se interessado em seguir a profissão de eletricista. Fatores inerentes à função que poderiam ser considerados assustadores – como o contato com fios de alta tensão, a utilização de ferramentas pesadas e a eletricidade – não as intimidam, e, o que se vê é um número cada vez maior de representantes do sexo feminino a desempenhar a profissão.

Os grandes responsáveis por incentivar a introdução das mulheres no mundo dos eletricistas são os treinamentos oferecidos por companhias elétricas. O processo funciona da seguinte forma: após uma seleção, são disponibilizadas às interessadas aulas teóricas e práticas relacionadas ao exercício das atividades comuns da função de eletricista.

Nesse período, as participantes tomam contato com todos os desafios inerentes ao dia a dia de um eletricista, até que se sintam confiantes para, em primeiro lugar, realizar os serviços mais leves e simples e, posteriormente, dar conta das solicitações que exijam maior conhecimento técnico.

Os resultados têm sido positivos e a maioria das participantes desses treinamentos acaba trabalhando na área após o término dos cursos, o que comprova que as mulheres estão aptas a desempenhar funções qualquer função, mesmo as que envolvem maior risco ou necessidade de força física.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*