Manual para quem mora sozinho e a grana é curta

Na visão popular, muitos acreditam que morar sozinho seja o ápice da liberdade, a carta de alforria e sinônimo de festas e mais festas.

Foi por isso que eu disse “visão popular” e não as coisas como são. Viver distante do hotel da sua mãe, você verá: não é tarefa fácil. As roupas não se lavam sozinhas, o jantar não se materializa no seu prato e acredite, a sujeira não evapora (pelo contrário, ela se acumula com uma velocidade incrível).

E se antes você achava que a grana era curta, agora você acha que ela é mínima. Se você admite que sua realidade é dura, é hora de arregaçar as mangas:

1) Mi casa es mi casa

Primeiramente crie regras, estabeleça limites. Pense o que pode e o que não pode na sua casa. Os limites são seus agora, e definir limites claros permite que você se organize melhor.

festa

2) Veja o que falta

Incrível né? Parece que te assaltaram e você nem viu por onde foi o ladrão. Você vai sentir falta de muitas coisas que antigamente você nem percebia. É a hora de preparar o seu kit de sobrevivência. Liste e separe por prioridades. Mas saiba que nessa lista devem conter kit de primeiros-socorros e kit de material básico (você vai ver como são úteis!).

roubar

3) Gastar para economizar

Entenda-se por investimento. De nada adianta tentar economizar dinheiro se você sai feito um louco e gasta a rodo. Se você não quer comprar coisas para casa por não querer gastar, mas gasta todo fim de semana (já que ficar na sua casa é um tédio), pense a respeito. O investimento pode ser comprar um videogame, um DVD (compre seriados), livros, violão, etc. Vale qualquer coisa que te FAÇA permanecer em casa e curtir o seu lar.

video-game

E o mais importante: aprenda a gostar da sua companhia. Isso é um aprendizado diário e você vai se descobrir capaz de muitas coisas antes inimagináveis. Ninguém disse que iria ser fácil, vai bater aquela bad, mas você vai entender que morar sozinho, não significa ser só.

Acompanhe a Joli no Twitter e no Facebook

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

*